Este livro apresenta-nos um grupo de amigos, três – daí o nome “triângulo jota – o Jorge, o Joel e a Joana.

Num dia de verão, o Jorge e o Joel estavam na praia a ver as raparigas que passavam. Ao fim da tarde, a caminho de casa, encontraram o pai do Jorge acompanhado com uma mulher muito bonita o que despertou a curiosidade deles. Ao verem que a rapariga tinha uma estatueta na mão que tentava entregar ao pai, ficaram intrigados e resolveram seguir a mulher até casa. Foi ai que passou uma mota que roubou a estatueta… A mulher estava acompanhada por dois guarda-costas, mas estes não conseguiram apanhar o ladrão; tudo isto fez com que eles ficassem ainda mais curiosos.

Começaram a achar os comportamentos muito estranhos e decidiram segui-la. Certo dia, seguiram-na até um bar chamado “Majon”; entraram e ficaram a espiar, até que o empregado fez um sinal à tal rapariga e ela foi até à casa de banho. Quando saiu, vinha muito estranha…. Mais despertou o interesse em investigar esta mulher.

Seguiram-na até ao seu apartamento e espreitaram-na na sala; ela estava com um robe de cetim, a fazer yoga, quando, de repente, aparece um manto cinzento; ela corre, abraça-o e desaparece…

O que havia na casa de banho? O que seria o manto cinzento? Lê este livro este livro e saberás o porquê destas coisas tão estranhas….

Florbela 6º D

About these ads