Fevereiro 2009


Raimundo é um rapaz muito simples que não tem mãe, pois morreu no seu  parto. Adora desenhar e pode-se dizer que ele é um pouco mais  “gordito” que os outros. E por causa disso, os colegas da sua escola  fazem troça dele. Este nosso rapaz tem uma vida muito difícil, porque  em casa parece que também não tem sossego, pois o pai está sempre a  pedir-lhe para fazer dietas e exercício físico e o seu irmão anda  sempre a mandar bocas sobre o seu aspecto físico.

A única pessoa que o incentiva para enfrentar a vida é a sua segunda  mãe, Ester, pois foi ela que lhe deu carinho nestes anos todos. E uma  coisa que Raimundo gostava de fazer com Ester era sentar-se junto da  janela e dizer-lhe o que acontecia na rua da sua casa (Ester era  cega). Ester também perguntava sempre como ia uma rapariga da sua  turma, por quem Raimundo sentia uma coisa especial. E, para piorar a vida de  Raimundo, acontece uma desgraça com o seu irmão. Queres saber o que  aconteceu com esta complicada família? E de quem Raimundo gosta? E  como termina esta história? Lê este livro, pois eu tenho a certeza que  vais adorá-lo.

 

Raquel, 6º E

Anúncios

“Parabéns, caloira!” – Foi assim que Patrícia soube pela voz de Alex,  o único rapaz que lhe interessava, que tinha entrado na Faculdade. Chegar até aqui não tinha sido um caminho fácil para Patrícia . Alex era angolano. Frequentava uma turma de Humanidades do décimo  segundo. Era um rapaz humilde de uma família honesta que parecia ser um bom aluno. Ele sim era um rapaz perfeito e ideal para Patrícia.  Alex pouco se interessava, era muito isolado com ele próprio e perante  os outros. Matilde (a sua melhor amiga), Pedro (o seu antigo namorado) e Alex (o  amor da sua vida) vivem esse ano do secundário de formas muito  diferentes. Estará Matilde destinada a cumprir os sonhos da família? E  o Pedro terá sonhos? Porque seria tão difícil sonhar com Alex? E o seu  irmão? A sua família? E… E isto tudo acontece numa idade em que seria bom apenas sonhar….

Magda, 6ºE