“Parabéns, caloira!” – Foi assim que Patrícia soube pela voz de Alex,  o único rapaz que lhe interessava, que tinha entrado na Faculdade. Chegar até aqui não tinha sido um caminho fácil para Patrícia . Alex era angolano. Frequentava uma turma de Humanidades do décimo  segundo. Era um rapaz humilde de uma família honesta que parecia ser um bom aluno. Ele sim era um rapaz perfeito e ideal para Patrícia.  Alex pouco se interessava, era muito isolado com ele próprio e perante  os outros. Matilde (a sua melhor amiga), Pedro (o seu antigo namorado) e Alex (o  amor da sua vida) vivem esse ano do secundário de formas muito  diferentes. Estará Matilde destinada a cumprir os sonhos da família? E  o Pedro terá sonhos? Porque seria tão difícil sonhar com Alex? E o seu  irmão? A sua família? E… E isto tudo acontece numa idade em que seria bom apenas sonhar….

Magda, 6ºE