Era uma vez um miúdo que se chamava JP e gostava muito de jogar à bola.

         Um dia sonhou que estava a jogar para o Campeonato Mundial e que o Zé, um amigo, tinha feito um golo magnífico com sucessivos toques de cabeça.

         Na escola contou o seu sonho aos amigos e perguntou ao Zé se conseguiria fazer como fez no sonho, mas este ficou mal na fotografia, pois nem o segundo toque conseguiu.

         Era Sábado, e, como habitual, o JP e os seus amigos foram jogar nesse dia de semana. Jogaram um jogo e depois outro, mas esse segundo jogo foi contra outra equipa.

         Em casa do JP, a Carolina, sua irmã, relembrou que iria haver um concurso de talentos na escola e que toda a gente poderia participar. O JP começou logo a pensar e resolveu saltar de uma prancha para dentro de uma piscina.

         No dia do concurso soube-se logo o que todos iriam fazer: o JP iria saltar de uma prancha para uma piscina, o Miguel iria fazer malabarismo, o José António iria fazer um número musical e o Zé iria tentar dar cem toques de cabeça com a bola. Todos se admiraram, pois o Zé, na última vez que o tentou, não conseguiu.

Queres saber quanto é que ficou o jogo do Sábado?

Queres saber se correu tudo bem ao Zé no concurso de talentos?

Se queres saber, lê este livro pois vai ser uma aventura.

Olha, ele até está na biblioteca.

José Miguel, 6.ºC