ry

Henrique, o terrível, era um rapaz traquina. As maldades dele não paravam. Ora, certa vez, presenteou-se com uma gigantesca colecção de piolhos. O seu irmão mais novo, Pedro Perfeito, não tinha nenhum piolho e gabava-se do seu limpo cabelo. A mãe obrigava-o a pôr o champô anti-piolhos, mas Henrique não gostava lá muito de o pôr na cabeça.

No dia seguinte, na escola, ele foi informado que a enfermeira dos piolhos vinha ver as cabeças de todos os meninos da turma. Oh não! Ele estava feito! Todos iriam gozar com ele. Tinha de fazer qualquer coisa rapidamente. Então teve uma brilhante ideia. Iria pegar os piolhos a alguem que não gostava.

Quem será a sua vítima?…

Tem mais aventuras no livro, muito divertidas e de morrer a rir. Não digo mais nada, pois quem quiser saber tem de ler o livro. 

Diogo Marques, 6º A