Este livro é constituído por várias histórias, eu vou contar um pouco das duas que mais gostei.
          A primeira tem como título “O Rei Rique” que era um Rei com muita inteligência. Apercebeu-se que no seu castelo, só o bajulavam com vénias. No dia do seu aniversário, aborreceu-se com as diversas conversas de intrigas, como era esperto e todos o imitavam atirou o seu anel para o chão e apanhou-o rapidamente, todos pensaram “Um Rei baixou-se para apanhar um anel?” Mas como todos o imitavam a atirar os seus bens para o chão, ninguém encontrou o seu bem, numa tremenda confusão já ninguém sabia onde estava a sua perna. O Rei percebeu que todos que o rodeavam eram interesseiros. No mesmo dia, despediu-os a todos desejando-lhes boa sorte e felicidades para encontrarem algo que de facto soubessem fazer.
A segunda história é “BISAVÔ E BISAVÔ”. Era uma vez um menino que se chamava Artur-Arturinho. Certo dia, enquanto a sua mãe arrumava a secretária, encontrou uma fotografia do Bisavô do Artur-Arturinho, com quem o menino se identificou de imediato, embora as roupas e o calçado fossem estranhos, o menino de queixo erguido poderia ser mesmo o Artur-Arturinho. O menino pediu ao pai para lhe tirar uma fotografia, enquanto o pai foi buscar a máquina fotográfica, o menino pôs-se a jeito como o seu bisavô. Após o pai lhe entregar a fotografia já impressa, o menino escreveu “Para o meu bisneto Artur, como lembrança do teu bisavô Artur”. E disse à sua mãe para o guardar na secretária.
Se queres conhecer outras histórias interessantes como estas duas, requisita o livro na biblioteca da nossa escola e não te arrependerás!

Nuno Pereira 6ºA