O rapaz desta história é um adolescente que sofre uma situação complicada entre os pais. Dinis, o jovem adolescente, é atraente, tem um irmão e uma irmã: o Tó Bé e a Mena que são mais novos do que ele.

        Ele está sempre a protegê-los, como daquela vez que ligou para os irmãos a ver se o pai lhes tinha batido.

        “- Tás boa, Mena?- perguntou o Dinis.

        – Como é que queres que esteja, meu?! A mãe tá uma pilha! Já teve de tomar não sei quantos comprimidos para os nervos e continua péssima, Dinis! Tu tens mesmo a certeza do que estás a fazer?…

        – Tenho, Mena – respondeu, com sinceridade, o irmão mais velho. Agora, se não te importas, vai chamar o Tó Bé e despacha-te, que eu estou na cabina.

        Pouco depois, o mais novo da família pegou no auscultador. A sua voz era trémula, mas isso já era de esperar.”

        O que e que será de esperar? Será que é alguma coisa sobre o pai? Será que o pai lhe bateu?

        Eu li este livro e aprendi muito com o Dinis…

Podes requisitar este livro na nossa Biblioteca, ACREDITA QUE VAIS GOSTAR.

Luís Miguel, 6ºB