Era uma vez um homem chamado Teodorico que fora órfão desde criança e adotado por uma endinheirada tia materna, D. Patrocínio mais conhecida por Titi.

Teodorico queria fazer uma viagem a Paris, mas Titi propôs-lhe que fosse à Palestina e ele pensando que iria ganhar a herança da tia, concordou. No dia da viagem, Titi pediu-lhe para lhe trazer um pouco de espinhos da coroa de Cristo e um pouco de tecido que Cristo usara na última ceia.

Se quiserem saber se Teodorico conseguiu a prenda para a Titi, leiam este livro.

Fábio Ribeiro 6º D

Esta história é baseada numa viagem que Teodorico gostava de fazer a Paris, entretanto mudara de ideias e decidiu viajar até a Palestina. A tia Dª Patrocínio com quem ele vivia concordou que ele viajasse com uma condição, trazer-lhe uma relíquia religiosa, pois era muito dedicada à igreja. Ele concordou com a condição que a tia impusera. O Teodorico foi então no navio rumo ao seu destino.

Na última noite que ele lá esteve, acordou sobressaltado com alguém a dizer “É a noite!”, mas ele não ligou e voltou a dormir. De manhã Teodorico lembrou-se que tinha de levar a relíquia que tinha prometido e então ele pegou nuns raminhos de uma árvore a pensar que era um pedaço da coroa de espinhos de Jesus e um bocado de tecido para lembrar o pedaço da toalha da última ceia, foi assim que ele fez.

Quando chegou à sua terra natal entregou a prenda à tia.

Será mesmo que trouxe aquilo que disse ou não? Se quiserem saber, requisitem o livro na biblioteca. Aconselho-vos a lê-lo que é muito interessante.

Ana Beatriz Ferreira 6º D