Este livro foi escrito por Gossiny e ilustrado por Sempé há mais de 30 anos, no entanto relata uma realidade que ainda é muito actual, que é a vida das crianças. Nele encontras dezasseis  histórias e a personagem principal é um menino chamado Nicolau.

    O Nicolau é um menino bem-educado, às vezes também faz as suas traquinices, mas é curioso e um bocado chorão. Ele acha a vida adulta muito aborrecida e pensa que a vida das crianças é mais livre.

    A história que eu vou contar é “As cadeiras”.

    Bem, para o Nicolau o dia de escola não foi aprender, foi brincadeira. Quando chegaram à escola, de manhã, a sala de aula estava inundada e a turma teve de ir para a lavandaria. Era um lugar desconhecido, porque era proibido lá entrar. Então a professora lembrou-se que não havia cadeiras, por isso escolheu alguns alunos para irem à cantina que lá estava o funcionário Caldo. E o Nicolau foi escolhido, com outros meninos. Foi uma confusão!!!Ele foi substituir o Godofredo, o Maixent foi substituir o Eudes que substituiu o Alceste e o Clotário ainda fez mais duas idas e voltas desnecessárias. Foi então que a professora disse que já estavam cadeiras a mais. Então, de repente, o Caldo apareceu e, ouvindo aquilo, fez mais duas viagens para levar as cadeiras que restaram. Mas no fim das aulas …

Se quiserem saber o que aconteceu, leiam este livro!  EU ADOREI! É mesmo muito engraçado e retrata bem a vida das crianças.

Letícia Fonseca, 5ºD