“Ninguém Perguntou por Mim”, de António Mota, conta-nos a abundante história de um rapaz sonhador chamado Abílio que dizia viver no fim do mundo, numa «aldeiazita» chamada Montepó, onde nada de interessante acontecia.

    Naquela terra esquecida por Deus, a personagem principal tinha que, por si mesma, ir atrás da diversão, e, para fazê-lo, tinha duas opções: ou contava histórias amalucadas à sua irmã Rita ou ia à venda do Renato, o único lugar da aldeia que tinha televisão e que tinha aquilo que o Abílio considerava de mais precioso na sua vida, a bela e doce Ana Teresa, um amor de longa data que apenas ele conhecia. Na sua jornada, ele conta com o apoio da sua mãe e da sua irmã que é a sua fã número 1, com os choros e gritarias noturnos que os seus irmãos praticavam regularmente, com os conselhos da Tia Olinda e com a ajuda do seu irmão António que tem um segredo que, mais no final da narrativa, virá a arrasar o Abílio por completo.

Queres saber que segredo é este e que efeito terá no Abílio? Chegará então ao namoro o amor que ele sente pela Ana Teresa? Se sim, haverá alguém a interferir nele? Irá acontecer algo às restantes personagens? Se quiseres saber isto e tudo mais, lê este fabuloso livro que se encontra na Biblioteca na nossa escola.

José Pedro Marques,  6ºC