Abril 2013


Dos livros

Há vida quando o livro nos anima

Há solidão quando o livro nos esquece

Há sorrisos quando o livro nos alegra

Há diversão quando o livro nos chama

Há lágrimas quando o livro nos emociona

Há sentimentos quando o livro nos toca

Há sono quando o livro nos aborrece

Há manhãs quando o livro nos acorda

Há sol quando o livro nos aquece

Há azul quando o livro nos liberta

Há escola quando o livro nos acompanha

Há natureza quando o livro nos fascina

Há amor quando o livro nos abraça

Há cor quando o livro nos retrata

Há arte quando o livro nos ensina

Há história quando o livro nos leva.

 

        Um livro, um amigo!

Anúncios

    O livro “Noites no Sótão”, de Maria Teresa Maia Gonzalez, conta-nos uma fase da vida de Dinis, um jovem de 18 anos, com boa aparição física e também psicológica, sendo muito bom rapaz, que saiu de casa precisamente quando atingiu a maioridade por causa de ter ido parar ao hospital com um braço partido devido às cenas de pancadaria que o seu próprio pai praticava praticamente todas as noites para com toda a sua família: a sua mãe Angélica Gomes, o seu irmão Tó Bé e a sua irmã Filomena, à qual tinha o hábito de chamar Mena.

    Depois de abandonar o seu lar, Dinis decide apresentar queixa dos atos do seu pai à polícia, perdendo o apoio de toda a sua família, com a excepção dos seus avós maternos, que sempre apoiaram a sua decisão; entretanto, à medida que os vários elementos da família e respetivos amigos vão sendo chamados a testemunhar no tribunal, Dinis vai perdendo força no caso e acaba por retirá-lo da justiça jurídica. Ao longo da história, Dinis também vai contando com o apoio do seu melhor amigo Duarte que lhe dá local onde viver e da sua amiga Maria, que é completamente apaixonada por ele, como muitas outras!

Será que Dinis se vai conseguir ver livre deste pesadelo juntamente com a sua família? Voltará ele a encontrar o pai e, aí, enfrentá-lo? Será que Maria conseguirá conquistar o coração de Dinis? E os seus avós maternos, acontecer-lhes-á alguma coisa? Se quiseres saber isto e descobrir muito mais, lê este livro com o qual aprenderás que ninguém, mas mesmo ninguém, consegue obter uma vida fácil com um simples estalar de dedos…

José Pedro Marques,  6ºC

     Este livro de António Mota intitulado  “Filhos de Montepó” conta-nos a história de Abílio, um rapaz com as suas próprias opiniões, por vezes um pouco estranhas, que guarda apenas para si. Este jovem vive numa pequena aldeia chamada Montepó que, na base da sobrevivência, não tem quase nada de interessante, a não ser aquelas particularidades que vão acontecendo, mesmo que raramente.

    Neste mundo só seu em que Abílio vive, ele começa a desenvolver algumas capacidades que quase não conhecia, tal como amar ou desejar liberdade para dizer o que lhe vai na cabeça. Sendo que sempre lhe contaram várias histórias sobre como voar para terras longínquas e conhecer diferentes culturas, por vezes estranhas, este começa a aperceber-se que o desejo de sair de Montepó é mais urgente do que qualquer um! Tudo se passa num Portugal de há 50 anos atrás, onde, tal como hoje, as dificuldades cortam quase todos os sonhos…

   José Pedro Marques, 6º C

    Esta história desenrola-se no Porto, durante o mês de junho. Os personagens principais deste livro são o Joel, o Jorge, a Joana, a Maya e a Glória.

    Neste livro, a Joana reencontra o Gil, seu namorado, e juntos vivem imensas aventuras. Tudo começa quando, antes do Gil chegar, caem três pedras, vindas do céu, na zona do Porto. Mais tarde, quando o Gil volta do estrangeiro e revê a Joana, descobrem o túmulo do “Homem de Cócoras”, perto das construções da Casa da Música, onde está gravado: “ Vim de um planeta distante e vivi entre vós”. Lá está também uma das “ Pedras do Diabo” e dois cilindros.

   Esta obra fala das pedras que caíram do céu, dos cilindros, do facto do Jorge poder voar, da besta de duas cabeças (irmãos Radcliffe), do jornal que traz notícias do futuro, da Casa da Música, do livro aberto e do livro fechado, da Maya…

  Cairão mais pedras na Terra? Irão encontrar os três Jotas as outras duas pedras? O que irá acontecer a seguir? Se o querem saber, leiam este livro!

 

Daniela Macedo, 6º C