Este livro de António Mota intitulado  “Filhos de Montepó” conta-nos a história de Abílio, um rapaz com as suas próprias opiniões, por vezes um pouco estranhas, que guarda apenas para si. Este jovem vive numa pequena aldeia chamada Montepó que, na base da sobrevivência, não tem quase nada de interessante, a não ser aquelas particularidades que vão acontecendo, mesmo que raramente.

    Neste mundo só seu em que Abílio vive, ele começa a desenvolver algumas capacidades que quase não conhecia, tal como amar ou desejar liberdade para dizer o que lhe vai na cabeça. Sendo que sempre lhe contaram várias histórias sobre como voar para terras longínquas e conhecer diferentes culturas, por vezes estranhas, este começa a aperceber-se que o desejo de sair de Montepó é mais urgente do que qualquer um! Tudo se passa num Portugal de há 50 anos atrás, onde, tal como hoje, as dificuldades cortam quase todos os sonhos…

   José Pedro Marques, 6º C