Este livro começa no último dia de aulas na escola primária, precisamente quando a professora elege os meninos que passavam para o ciclo e, felizmente, Jorge Ribeiro dos Santos conseguiu transitar de ano, mas ficou triste pelo seu colega de carteira chamado Armindo que já era maior do que a professora, e que era o capitão de equipa de futebol, o mais forte da escola e também o mais velho da turma, não ter tido essa sorte.

   O narrador, o Jorge, conta-nos parte da sua vida a partir desse dia tão importante.

   Fala-nos de Adrianinho, um homem em idade adiantada que quando Jorge era pequenino tinha aversão às suas enormes barbas brancas e cuja velhice o pusera em más condições de saúde. Adrianinho gostava muito de se ver rodeado de gente nova para contar as suas histórias sempre da mesma forma e preocupava-se muito com os estudos da personagem principal, perguntando-lhe se os ia terminar. Jorge respondia-lhe que não sabia pois antigamente poucos eram aqueles que estudavam.

   Certo dia, o Jorge é informado que têm que mudar de terra porque o seu pai ia trabalhar para esse local.

   O que vai mudar na vida do Jorge?

   Será que ele continuou a estudar?

Para saberes mais sobre esta história interessante, lê este livro que encontras na nossa biblioteca.

Gonçalo Antunes