Este livro é constituído por vários capítulos e como o que eu mais gostei foi “O Bolo da Noiva”, vou contar um pouquinho dessa parte.

Estava uma manhã radiosa. Os pombos mais novos andavam a namoriscar, entusiasmados com o brilho e o clorido das penas das pombas mais bonitas que se passeavam na praça do Pombal do Marquês.

Colombo tinha acordado tarde naquele dia. Na verdade, não dormia bem de noite, por causa de um pesadelo em que se viu sozinho tendo de enfrentar um gato tão grande e medonho que lhe pareceu um tigre. Ao ver que os jovens andavam entretidos atrás das companheiras, o velho pombo-correio resolveu regressar ao lugar onde tinha adormecido na véspera, numa das ruas que iam dar à praça.

A visão dos jovens pombos a namorar trouxe-lhe à lembrança uma outra imagem de que não poderia esquecer-se nunca: a de Columbina, a sua primeira paixão… Fechando os olhos, Colombo deu um longo suspiro, no meio dos ruídos das buzinas dos carros que atravesavam a cidade àquela hora. Como tinha saudades de Columbina , a pomba que encontrara numa das suas viagens mais rômanticas….!

Querem saber mais sobre esta história? Vão à biblioteca da nossa escola e requisitem o livro. Prometo que vão gostar de o ler … e não se esqueçam que ler é aprender!

Filipa Silva