Gostei de ler o livro da coleção “Os sete irmãos” cujo titulo é “Miguel nunca desiste”, em que são autoras Margarida Fonseca Santos e Maria João Lopo de Carvalho.

    Este livro fala da vida de um adolescente de catorze anos que tem cinco irmãos, ou seis, pois já vem outra menina a caminho! Todos os nomes dos membros desta família começam por M (Maria, Miguel, Mónica, Mariana, Manel, Margarida e Madalena) e até o apelido da família é Machado!

     Um dia, depois de um jogo de futebol, o Miguel e o seu amigo Sérgio fizeram uma aposta, tendo este,  que se achava irresistível, garantido que conquistaria as duas loiraças que estavam no clube. Sérgio usou o seu “charme” conseguindo chamar a atenção delas, e conforme previsto, elas ficaram fascinadas por ele. Entretanto Miguel descobre duas perucas loiras e lentes de contacto verdes, em casa, e que elas pertencem à sua irmã Mónica e à amiga desta, a Bia, mas não disse nada ao Sérgio que continuou a ser enganado pelas duas loiras falsas. Depois Miguel resolve contar a verdade ao Sérgio; fica furioso com a situação e perde a aposta com o Miguel.     Miguel é um rapaz que gosta de brincadeiras e pregar partidas a todos. Quando foi passar um fim de semana no Alentejo, na casa dos seus avós paternos, com os seus dois amigos, João e Paulo, eles resolvem roubar um carrinho de mão de recolher o lixo, e colocar na frente dele uma cabeça embalsamada de um touro que o avô do Miguel possuía no seu escritório. Puseram-se numa esquina a pregar sustos às pessoas, sendo que um senhor de idade foi parar ao hospital com problemas cardíacos devido ao susto. Os três amigos acabaram por ser presos e passaram a noite na prisão da esquadra da polícia, e como castigo tiveram que regressar de imediato a Vale de Nabais, que era onde residiam.

   Miguel é um rapaz amável, bem disposto, amigável e está sempre a proteger os seus amigos, principalmente Rita, a rapariga de quem ele gosta. Rita é gozada pelos rapazes da sua turma pois gagueja, mas Miguel e os seus dois amigos, João e Paulo, estão lá sempre para a defender. A amizade que une Miguel e Rita é tão forte que Miguel apercebe-se que está apaixonado por ela e descobre que também a Rita o está por ele, começando a namorar.

   Miguel tem uma outra grande paixão que é o futebol, e joga no clube da sua terra que é o Desportivo de Nabais. Ele é um ótimo jogador de futebol e é apoiado por toda a família, especialmente por Mónica, a sua irmã preferida, que também gosta muito de jogar futebol, e que alinha sempre nas suas partidas e brincadeiras.   Mas não são só os pais e os irmãos que admiram a boa exibição no campo do Miguel, pois, um tal chamado de “olheiro”, cujo nome é Júlio, é um treinador do Barça (Barcelona) que, depois de ver o Miguel a treinar, quer que ele vá jogar para o seu clube; acha que há potencial para fazer do Miguel o melhor jogador  do mundo. Como ele era ainda tão jovem, o pai aconselhou-o a não aceitar a proposta feita pelo senhor espanhol, mas que a decisão final seria dele. Miguel fica dividido, pois não sabe se conseguirá ficar afastado da sua família e amigos. Isto para não falar da possibilidade de deixar a sua cidade, e com ela a Rita, a namorada que adora!

   Será que Miguel vai aceitar esse novo desafio de jogar no Barcelona?   

              Afonso Marques Ribeiro