“A Vida de Pi”, de Yan Martel, conta-nos uma parte da vida de um jovem chamado Piscine Molitor Patel que, nos seus dezasseis anos, parte da Índia, seu local de nascença, abandonando o jardim zoológico do seu pai num navio de carga chamado Tsimtsum para ir viver no Canadá, juntamente com os seus pais e irmão.

      Dá-se então, por razões inexplicáveis, uma avaria no navio e este afunda-se. Pi vê-se, então, perdido no meio do Oceano Pacífico a bordo de um barco salva-vidas que poderia ter salvo até 32 pessoas, com a companhia de uma zebra com a pata esquerda dianteira fraturada, um orangotango chamado “Orange Juice”, uma hiena impossível de aturar e “Richard Parker”, um temível tigre-bengala de 200 quilos. Para sobreviver, Pi chega aos extremos da sobrevivência neste que é um dos livros mais entusiasmantes que já li!

    José Pedro Marques